Cade o amor que estava aqui?

terça-feira, setembro 20, 2016


Em um mundo onde quantidade satisfaz ego e qualidade pouco importa, vivemos em meio ao caos e à redenção ao que nos sobra. 
A gente que gosta de ter colo, uma companhia ou um carinho se vê em uma situação de solidão por pensar ou desejar algo que poucas pessoas atualmente buscam ter e acabamos por nos relacionar sem reciprocidade na maioria das vezes.


É, acho que se apegar virou doença e amar virou fobia. Não é mais só você ou aquela parente que não consegue arrumar um amor, o mundo está cheio da falta dele.
O amor virou produto e já tem prazo de validade. 

Não podemos mais nos prender ao fato de que o amor é eterno e toda aquela ladainha que a gente escutava dos nossos avós. Digo ladainha, pois falta com a verdade nos dias de hoje. Encontra-se em extinção.

Mas a verdade é que o desamor se tornou virose. A gente vê tanta atrocidade ao nosso redor, tanta falta de compaixão, momentos de estresse e dor que a gente acaba se contaminando.
Mas ainda bem que pra virose existe vacina!

Deixar que o coração esfrie pra depois tentar aquecer, dá mais trabalho e é mais demorado mas não significa que não tenha jeito. Podemos tentar mantê-lo aquecido todos os dias pra que não corra o risco de baixar a imunidade e pegar algum resfriado. 
Se o outro não sabe lidar com amor, não se deixe contaminar e espalhe o melhor que você tem dentro de você.

Esconder amor não traz alegria e ainda priva que o outro de sentir o mesmo.
A gente ensina a amar, amando.


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *